quinta-feira, 24 de julho de 2008, posted by Ao Sabor da Poesia at 13:02
 
1 Comments:


At 29 de julho de 2008 12:01, Blogger Marta Vasil

O amor inebria mesmo a razão. Ainda bem que assim é. O amor fica mais solto.

MV