terça-feira, 25 de novembro de 2008, posted by Ao Sabor da Poesia at 02:47
 
2 Comments:


At 25 de novembro de 2008 04:50, Blogger Marta Vasil

Que lindos e doces desejos num encaixe (árvore) tão perfeito!
Mas sabe, Ângela? Acho que cada vez mais o Homem norteia a sua conduta na mira dos bens materiais, esquecendo que há pequenas coisas muito mais valiosas e necessárias à felicidade de cada um.

Que alcance na vida tudo o que este poema expõe.

Beijinhos

MV

 

At 28 de novembro de 2008 15:01, Blogger Ao Sabor da Poesia

Marta querida amiga (posso te chamara assim)

Pois é uma grande verdade cada Natal que acontece a humanidade realmente direciona seus pedidos ao material (infelizmente) as tradições estão sendo esquecidas...
Mesmo assim eu também te desejo este espírito natalino em sua vida que a bondade de coração prevaleça em todas as situações..

Meu carinho e meu beijo com ternura

Ângela Lugo