sábado, 17 de fevereiro de 2007, posted by Ao Sabor da Poesia at 01:05


Quem me dera possuir asas
E tornar-me um anjo...
Poder estar em qualquer lugar
Somente para te zelar
E quando pensasse estar distante
Veria-te diante dos meus olhos
Com teu sorriso brilhante
Quem me dera ser um anjo...
Estar em todos os caminhos da vida
E por eles poder te guiar
Quando estivesses a dormir
Entraria em teus sonhos furtivamente
E te demonstraria todo o meu amor
Quando estivesses entretido...
Em teus pensamentos,
Guiarias-te até o âmago do meu coração
E te mostraria onde mora o meu amor
Ah! Quem me dera ser um anjo...
Viver em cada momento da sua vida
Ao teu lado, sonhando!
 
1 Comments:


At 18 de fevereiro de 2007 13:13, Blogger Conceição Bernardino

Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
Que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu gesto de carinho
Soberbo...
Obrigada pela vossa compreensão