sábado, 17 de fevereiro de 2007, posted by Ao Sabor da Poesia at 13:38

Amor que fazes aí parado
A noite avizinha-se
O sereno já vem caindo
Olha! Estou te esperando
Vem para meus braços
Não os deixes aqui vazios
Implorando por tua presença
Vem... Quero te amar
Enrolar-me em teu corpo
Como a toalha que me enrolei
Na ultima noite em que te amei
Vem... Deixa a noite cair
Precisamos dela para sonhar
Ver as estrelas cintilar
E a noite serenar
Porque amanhã...
Quero acordar em seus braços
Amor vem...
Não suporto mais esperar
Estou enlouquecendo
Somente em te olhar
Quero estar contigo mais esta noite
Somente para te dizer...
Que você é minha noite e meu dia
Vem... Preciso de você
Já não posso dormir
Sem te amar!
 
1 Comments:


At 18 de fevereiro de 2007 13:12, Blogger Conceição Bernardino

Olá,
Ser feliz, do ponto de vista da psicologia, não é ter uma vida perfeita, mas saber extrair sabedoria dos erros, alegria das dores, força das decepções, coragem dos fracassos. Ser feliz neste sentido é o requisito básico para a saúde física e intelectual.
Paragrafo retirado do livro “Nunca desista dos seus sonhos” do autor augusto Cury.

É dos sonhos que eu vivo com os pés bem assentes na terra, força!
Beijinhos
Conceição Bernardino

Meu blog- http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com